04/02/2021
BRASIL MINERAL ENTREVISTA

Aura Minerals aprova projeto Almas

A Aura Minerals anunciou que o seu Conselho de Administração aprovou a implantação do projeto Almas, localizado no estado do Tocantins, que prevê a instalação de uma mina de ouro a céu aberto, com previsão de início de produção a partir do segundo trimestre de 2022. O investimento previsto para o empreendimento é de US$ 73 milhões e as obras devem ter início em abril próximo. Durante os quatro primeiros anos, a produção média anual é de 51 mil onças de ouro e a vida útil prevista para o empreendimento é de 17 anos. 

De acordo com o CEO da empresa, Rodrigo Barbosa, “esta decisão demonstra não somente valor a ser gerado e a acertada estratégia de fusão com a Rio Novo ocorrida em 2018, como também destaca o esforço contínuo do time da Aura em cumprir suas promessas. Como resultado do esforço de toda equipe, alcançamos otimizações importantes no projeto, através da construção de um futuro mais seguro e sustentável enquanto também potencializa crescimento e retornos financeiros. Como sempre, a Aura está focada no desenvolvimento de projetos de baixo risco, com foco na redução do payback enquanto mantém a flexibilidade para acessar upsides com investimentos adicionais em exploração para expandir recursos no momento em que Almas se aproximar do início de sua operação”. 

Em entrevista exclusiva concedida a Brasil Mineral, Rodrigo Barbosa fala sobre os motivos que levaram a Aura Minerals a abrir seu capital na bolsa brasileira e os pilares que sustentam o plano de crescimento da empresa. Confira no Brasil Mineral Entrevista:

https://youtu.be/Hvgv9_ZC14g

Veja também

04/03/2021
AURA MINERALS | Comemorando resultados positivos
02/03/2021
HORIZONTE MINERALS | Pacote de licenças para projeto Araguaia
25/02/2021
EQUINOX GOLD | Acionistas da Premier aprovam aquisição
23/02/2021
AMARILLO GOLD | Construção inicia após as chuvas
23/02/2021
BRAZILIAN NICKEL | Estudo de viabilidade para projeto no Piauí
23/02/2021
HORIZONTE NICKEL | US$ 25 milhões para projeto Araguaia
18/02/2021
MERCADO DE CAPITAIS | Mineração avança na bolsa paulista