14/09/2020
HIGIENIZAÇÃO

Instalação de mil pias comunitárias no Rio

A Juntos Somos Mais e a Tigre viabilizaram a doação e instalação de mil pias comunitárias na cidade do Rio de Janeiro para ajudar pessoas em situação de vulnerabilidade social durante a pandemia. O programa Mapa da Pia é realizado em parceria com a Prefeitura do Rio de Janeiro, a Cedae, o Instituto Insolar, a Engenheiros Sem Fronteiras, a ONU Habitat, dentre outros parceiros multissetoriais. 

As mil pias comunitárias serão instaladas em locais públicos da cidade, principalmente em áreas mais carentes, para promover uma das principais medidas que diminuem o risco de contaminação pelo coronavírus. Por meio do Instituto Carlos Roberto Hansen (ICRH), a Tigre fornecerá os produtos necessários para construção dos chamados PHMs (Pontos de Higienização de Mãos). O projeto visa democratizar o acesso à água, já que, o ato de lavar as mãos previne pelo menos 15 outras doenças de veiculação hídrica além de dificultar a transmissão da COVID-19, segundo dados da Prefeitura do Rio de Janeiro. "É uma parceria para trazer ao Rio novos pontos de higienização comunitária. O investimento em higiene e saneamento se traduz em economia de gastos futuros com saúde pública", afirma Felipe Hansen, presidente do ICRH e do Conselho de Administração do Grupo Tigre. 

A maior parte dos PHMs será destinada às comunidades urbanas da cidade do Rio de Janeiro. Os chamados PHCs (Pontos de Higienização Comunitários) serão instalados em diferentes comunidades em setores geográficos definidos com base nas recomendações técnicas do Instituto Municipal de Urbanismo Pereira Passos - IPP, em comum acordo com a SMASDH e demais parceiros do Projeto, e engajará organizações e lideranças comunitárias na definição dos locais para as instalações dos PHCs. "Com essa ação, a Juntos Somos Mais cumpre seu papel social ao democratizar o que o setor da construção civil tem de melhor, que são soluções capazes de transformar o cotidiano das pessoas. A parceria e colaboração da Tigre e do Instituto Insolar foram fundamentais para a viabilização do projeto e para a prevenção do contágio para milhares de pessoas em situação de vulnerabilidade social", conta Antonio Serrano, CEO da Juntos Somos Mais. 

Participam da iniciativa o Instituto Insolar, a Engenheiros Sem Fronteiras, o Instituto Carlos Roberto Hansen (ICRH) - braço social da Tigre, a Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos - SMASDH, a Secretaria Municipal de Infraestrutura, Habitação e Conservação - SMIHC, o Instituto Municipal de Urbanismo Pereira Passos - IPP, a Companhia Estadual de Águas e Esgotos do Rio de Janeiro - CEDAE, a ONU Habitat, a NEXA RJ, dentre outras organizações de diferentes setores, além da sociedade civil.