19/09/2016
SUSTENTABILIDADE

BASF, Dow e Braskem no DJSI

A BASF e a Dow Chemical Company estão presentes mais uma vez no Índice Dow Jones de Sustentabilidade Mundial (DJSI World). As duas empresas estão em seu 16ª ano no índice, sendo que a BASF consecutivamente.

A BASF foi reconhecida, principalmente, por seu engajamento nas áreas de avaliação de materialidade, estratégia climática e gestão de produtos (stewardship). A Dow também foi indicada para o Índice Norte-Americano Dow Jones de Sustentabilidade e recebeu nota máxima em Materialidade, Relatórios Ambientais, Estratégia Climática e Gestão do Relacionamento com Clientes. “Ao empregar a inovação, o alcance global e a dedicação e paixão de seus funcionários, a Dow assume o compromisso de ajudar a liderar a transição para uma economia e sociedade mais sustentáveis”, afirmou Neil Hawkins,Vice-Presidente Corporativo para Meio Ambiente, Saúde e Segurança e Diretor Executivo de Sustentabilidade. A Dow é uma das 11 empresas químicas indicadas para compor o índice em 2016, figurando entre 10% das melhores companhias do setor químico global em termos de desempenho de sustentabilidade. Em 2015, a Dow divulgou suas Metas de Sustentabilidade para 2025, voltadas a redefinir o papel dos negócios na sociedade e cujo enfoque é liberar o potencial das pessoas e da ciência, valorizar a natureza e colaborar corajosamente.

Já a Braskem está pela quinta vez no DJSI. “Nosso plano de crescimento está estruturado sobre os pilares da sustentabilidade, que norteiam, portanto, todas as nossas atividades. Ao longo dos anos, evoluímos na adoção de processos e práticas e no lançamento de produtos com menor impacto ambiental, ao mesmo tempo em que promovem benefícios para os nossos stakeholders. A inserção contínua neste índice sinaliza que estamos no caminho certo, alinhado com o que há de mais inovador no mercado internacional”, afirma Marcelo Arantes, Vice-presidente de Pessoas, Comunicação, Marketing e Desenvolvimento Sustentável da Braskem.

A Braskem também integra o Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) desde sua criação, em 2005, e está listada no Nível 1 de Governança Corporativa. No Índice Carbono Eficiente (ICO2), lançado em 2010, faz parte da carteira teórica composta por 30 empresas que aceitaram adotar práticas transparentes com relação a suas emissões de gases efeito estufa (GEE). Além disso, também entrou no ranking do Carbon Disclosure Project (CDP), um dos indicadores de sustentabilidade de maior credibilidade no mundo, sendo eleita a melhor empresa brasileira em gestão de carbono em 2015.